10/06/2019 | Litoral Sul FM | Sem Comentários



Representantes do Banco Mundial aprovaram dois projetos da Secretaria de Estado da Saúde que receberam investimentos da instituição. A Unidade Básica de Saúde construída em Mandirituba, na Região Metropolitana de Curitiba, onde foram aplicados recursos na construção; e o Centro de Excelência e Atenção à Mulher do Hospital do Trabalhador, na capital, onde o investimento foi utilizado na aquisição de equipamentos.

A diretora de Atenção e Vigilância em Saúde da Secretaria, Maria Goretti David Lopes, explicou aos integrantes do Banco, Davide Zucchini, Ângela Porto e Tânia Lettieri, que os dois projetos são voltados para a linha do cuidado materno-infantil.

“São projetos que se complementam”, afirmou Maria Goretti. “Mostramos o cuidado a toda a família, com vários serviços e ações que atendem principalmente mulheres e crianças, e mostramos o atendimento especializado com foco na gestante de alto risco”. Segundo ela, os projetos seguem os objetivos da instituição financeira e da atual gestão do Estado, que tem o olhar voltado para a saúde de forma integral.

Os técnicos do Banco elogiaram os equipamentos de saúde e participaram de reunião para a discussão de novos projetos de investimento na saúde do Paraná. Foram apresentadas propostas para financiamento de projeto de sistema de gestão de informação e de mudança do perfil assistencial, com meta na redução dos índices de internamento por condições sensíveis à Atenção Primária à Saúde e aumento da cobertura da Saúde da Família.

Maria Goretti disse que o atual Governo do Paraná assumiu o compromisso de administrar sob a tríade disciplina, planejamento e inovação, entendendo que a Atenção Primária é prioridade da gestão, onde praticamente 80% dos problemas de saúde podem ser resolvidos; por isso o cuidado e investimento na área.

Participaram da reunião o diretor de Gestão em Saúde da Secretaria, Vinícius Filipak, e os representantes da Secretaria de Planejamento do Paraná, Sônia Maria dos Santos, Lucas Maciel, Tobias Prando e Nestor Bragagnolo.

Banco Mundial

O Banco Mundial, uma agência especializada independente da Organização das Nações Unidas, é a maior fonte global de assistência para o desenvolvimento, proporcionando empréstimos e doações. O banco é parceiro do Brasil há mais de 60 anos e apóia financiamentos principalmente nas áreas da saúde, gestão pública, infraestrutura, desenvolvimento urbano, educação e meio ambiente.

Colaboração AEN

Marcos Rogério/Litoral Notícias