07/02/2019 | Litoral Sul FM | Sem Comentários



lobo-marinho-do-sul (Arctocephalus australis) que foi solto no marapós receber atendimento no Laboratório de Ecologia e Conservação (LEC), da Universidade Federal do Paraná (UFPR), retornou ao continente. Ele foi reintegrado à natureza na última semana e foi encontrado na praia do balneário Ipanema, em Pontal do Paraná, nesta quarta-feira (6).

A identificação do animal como um dos dois lobos-marinhos-do-sul soltos foi possível graças ao microchip e pela pelagem que foi descolorida no dorso. Eles foram reintegrados em alto mar, em um local próximo ao Parque Nacional Marinho das Ilhas dos Currais, a 6,2 milhas da costa, em frente à Praia de Leste, também em Pontal do Paraná. Na área, a pesca ou qualquer tipo de exploração danosa à natureza é proibida pela legislação, além de ser considerado um santuário marinho e berço de diversas espécies.

A equipe técnica acredita que ele teve dificuldades em readaptação ao meio natural. O lobo-marinho-do-sul foi encaminhado Centro de Reabilitação de Animais Marinhos (CReD) da UFPR, onde ficará em observação por alguns dias. O animal foi acomodado em um ambiente com enriquecimento ambiental e será medicado, caso necessite. “A próxima etapa será de avaliação quanto a capacidade deste animal retornar à natureza e, caso possa ser reintroduzido ao meio ambiente, começará uma nova fase de tratamento”, informou a equipe do LEC.

A localização de mamíferos, tartarugas e aves marinhas encalhados no Paraná deve ser notificada pelos telefones 0800-642-3341 ou 41 3511-8671.