03/08/2018 | Litoral Sul FM | Sem Comentários



Após o primeiro ano na condução do Santuário, o Missionário Redentorista, Padre Joaquim Parron, disse que as ações implementadas já surtem efeito.

” É o esforço conjunto e contínuo”, disse o Padre Joaquim Parron,” nosso, do conselho de administração do Santuário, dos funcionários, dos voluntários, dos devotos e apoiadores que está trazendo mais vida, movimentação e evangelização neste lugar abençoado”, afirma.

Nas missas, o religioso tem ensinado, acompanhando o calendário litúrgico, sobre as principais celebrações e os santos mais conhecidos da Igreja.

Ontem por exemplo, foi mostrada, abençoada e mantida em exposição uma relíquia de Santo Afonso, o fundador da Congregação Redentorista, falecido no dia 1° de agosto de 1787.

As missas do Santíssimo Sacramento, voltaram a lotar a igreja de Nossa Senhora do Rocio.

A praça está mais segura, a “Feira da Lua” é semanal, a igreja está bem pintada.

Além disso, os eventos musicais e religiosos, como shows católicos e a encenação da paixão, tem feito o Rocio voltar a ser um point das famílias, dos moradores de Paranaguá e dos turistas.

Uma mostra disso pode ser vista nas redes sociais onde é comum ver belas fotos do Rocio e das pessoas no Rocio.

Um lugar que a maioria dos Paranaenses se ainda não conhece, pretende conhecer.

 

(Pascom Santuário do Rocio)

Marcos Rogério/Litoral Notícias