07/03/2018 | Litoral Sul FM | Sem Comentários



Secretaria Municipal de Saúde e Prevenção (Semsap) vem a público esclarecer que não há falta de vacinas BCG em Paranaguá.

Desde o início de fevereiro, conforme informado no site oficial da Prefeitura Municipal, o único ponto com aplicação da dose é a sede da Semsap, na avenida Gabriel de Lara, n.º 599, sempre às quintas-feiras.

Na semana passada foram aplicadas 72 doses e nesta foram 35.

A medida foi tomada porque o Ministério da Saúde anunciou o desabastecimento no fornecimento de doses em todo o país.

O órgão federal comprou mais doses de vacina por outro laboratório internacional, mas há que se aguardar os trâmites alfandegários e de controle de qualidade.

Ainda não há previsão para a normalização do abastecimento, conforme informado pela 1.ª Regional de Saúde.

Como a procura nas unidades básicas de saúde pela BCG é considerada baixa, para que não houvesse desperdício de doses houve a resolução de concentrar a vacinação somente na sede da Secretaria.

Cada frasco da vacina contém 10 doses.

Se nem todas forem aplicadas ao final do dia o frasco terá que ser descartado, já que a duração do vírus “vivo atenuado” é de somente seis horas.

A dose da BCG é uma das primeiras a serem tomadas na vida, a partir dos 4 meses até um ano.

Tem indicação para todas as crianças já nos primeiros dias, mas que pesem acima de dois quilos.

É aquela que deixa marquinha no braço, após cicatrização do local onde houve a aplicação.

A BCG (Bacilo de Calmette-Guérin) é a vacina contra a tuberculose, doença infectocontagiosa causada pelo Bacilo de Koch.

Ela ataca comumente os pulmões, mas pode também causar infecções nos rins, ossos e meninges (membranas que envolvem o cérebro).

 

Blog: Luciane Chiarelli

Marcos Rogério/Litoral Noticias