22/08/2018 | Litoral Sul FM | Sem Comentários



Faltando 09 dias para o fim da campanha de vacinação contra o sarampo e a poliomielite, metade das crianças em Paranaguá não foram vacinadas.

O levamento mostra a baixa adesão do público-alvo.

Nem mesmo o Dia D de Mobilização Nacional ocorrido neste sábado, 18, superou as expectativas dos órgãos de saúde pública.

A Secretaria Municipal de Saúde e Prevenção (Semsap) se organizou para atender as crianças de maneira centralizada.

A UBS localizada na Gabriel de Lara e a da Vila Santa Maria receberam a ação de vacinação durante todo o sábado.

No entanto, desde o lançamento da campanha, no dia 6 de agosto, os 17 postos de saúde da cidade estão preparados para atender as crianças de 1 à 4 anos de idade.

Durante o Dia D, somente 351 doses da vacina contra o sarampo e a poliomielite foram aplicadas em Paranaguá.

O secretário de Saúde e Prevenção, Paulo Henrique de Oliveira, salienta que os pais devem levar os seus filhos para serem vacinados.

“É preciso imunizar as crianças.

É preocupante a baixa adesão, especialmente após os registros de casos de sarampo em todo o Brasil”.

Segundo dados da Semsap, das 8.893 crianças que devem ser vacinadas em Paranaguá, somente 2.066 foram vacinadas contra a poliomielite e 2.069 contra o sarampo até o momento.

Desta forma, mais de 5 mil crianças ainda não estão imunes à doença.

SECOM
Marcos Rogério /Litoral Notícias