25/08/2020 | Litoral Sul FM | Sem Comentários



3 empresas do grupo J. Malucelli fecharam acordo de leniência com o Ministério Público do Paraná e o Ministério Público Federal. O acordo prevê o pagamento de 100 milhões, sendo 80 milhões como reparação por ações de corrupção e lavagem de dinheiro, e 20 milhões em multa. Pelo acordo as empresas também se comprometem a fornecer informações e provas sobre a participação de terceiros, além de dados de movimentação financeira entre 2009 e 2018.  73 milhões vão ser destinados ao Governo Federal e 27 milhões ao Governo Estadual. O pagamento será dividido em 8 parcelas anuais. As empresas também deverão adotar medidas especiais de integridade e transparência com monitoramento feito por profissional especializado independente pelo período de 2 anos e 8 meses.

As reparações se referem a atos de corrupção e lavagem de dinheiro no Governo Beto Richa investigados nas operações Lava Jato, em um de seus desdobramentos, a Operação Sépsis. Na Operação Piloto, que investiga direcionamento no processo licitatório das obras na rodovia PR-323, na Operação Radio Patrulha, que apura pagamento de propina, favorecimento em licitação, lavagem de dinheiro e obstrução da Justiça no programa Patrulha no Campo, que realiza obras em estradas rurais.  Na Operação Integração que investiga irregularidades e desvios nos contratos de concessão das rodovias federais no estado.

As empresas que assinaram o acordo são a Cia Paranaense de Construção S/A, MLR Locações de Máquinas S/A e Televisão Icaraí Ltda.

 

AERP

Rádio Litoral Sul FM/Litoral Notícias