18/01/2018 | Litoral Sul FM | Sem Comentários



Buscando prevenir a proliferação do mosquito Aedes Aegypti em Paranaguá foram iniciados novos ciclos de fumacê nesta terça-feira (16).

Os carros percorrerão todos os bairros da cidade, dando continuidade ao trabalho iniciado em dezembro do ano passado atendendo solicitação do prefeito Marcelo Roque ao Governo do Estado, responsável pelos equipamentos que fazem a aplicação de inseticidas de caminhonetes com aparelho especial. Empresas locais também estão sendo parceiras.

Como medida também de combate foi iniciada outra força-tarefa nesta terça-feira, com remoção de criadouros do mosquito, responsável pela transmissão da dengue, zika, chikungunya e também febre amarela. Dezenas de pessoas, entre agentes de endemias e voluntários retomaram visitas aos imóveis da região da Vila Guarani para verificar a presença de focos do Aedes Aegypti.

“Nossas equipes vão percorrer nesta semana bairros como a Alto Estrada, Serraria do Rocha e áreas próximas da Vila Guarani, que são os mais críticos, conforme levantamento feito em relação à infestação do mosquito. Entretanto o trabalho seguirá por toda a cidade”, destacou a responsável pelo Departamento da Dengue, Eliniz do Rocio Mendes, que coordena o trabalho das equipes em campo.

O secretário Paulo Henrique de Oliveira salienta os esforços que vêm sendo realizados pela Prefeitura de Paranaguá desde o início do ano passado para conseguir afastar o perigo de uma nova epidemia da dengue, igual à que ocorreu em 2016 e resultou em milhares de doentes e 29 mortos na cidade. “Não queremos que essa tragédia venha ocorrer novamente. Por determinação do prefeito Marcelo Roque estamos tomando todas as providências para que nossa cidade fique protegida da infestação do Aedes Aegypti, mas a população também é responsável por isso”, destacou o secretário.

Diretora da primeira Regional de Saúde Hilda Nagafuti

Reportagem: Valdinei Garcia

 

 

Fonte: SECOM

Marcos Rogério/Litoral Noticias