30/08/2018 | Litoral Sul FM | Sem Comentários



Paranaguá agora conta com o Plano Operativo Municipal de Enfrentamento à Violência Sexual contra a Criança e Adolescente que foi apresentado durante audiência pública realizada nesta quarta-feira, dia 29, no auditório da Câmara para representantes da sociedade civil organizada e para integrantes dos vários segmentos que compõe a comissão que estudou, analisou e preparou o documento que tem sete eixos de trabalho.

A audiência pública foi realizada com o objetivo de receber sugestões e ideias para melhorar o Plano Operativo e contou com a apresentação de uma palestra dada pela delegada do Nucria, Maria Niza Moreira Nani que falou sobre a violência, de que forma a sociedade pode ajudar, sobre sinais de alerta que uma criança pode fornecer quando algum problema está ocorrendo, e ainda quanto à responsabilidade de cada um ao se deparar com uma situação de violência contra criança ou adolescente.

“Se a criança falou alguma coisa para você, respira e ajude-a.

A partir deste momento, você já está envolvido”, enfatizou a delegada.

A representante do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), Janaína Arantes Silva, apresentou o Plano Operativo exemplificando sobre os sete eixos que o compõe como análise da situação (1), mobilização e articulação (2), proteção e responsabilização (3), prevenção (4), atendimento (5), protagonismo juvenil (6) e monitoramento e avaliação (7).

O fluxograma montado para atendimento destas situações de risco envolvendo crianças também foi apresentado durante a audiência pública e está aberto a sugestões…….

O encontro contou com a presença do secretário Municipal de Assistência Social, Levi de Andrade, que destacou o trabalho desenvolvido pela equipe e agradeceu apoio do prefeito.

Também participaram do evento o presidente do CMDCA, Edmilson Costa, a superintendente da Secretaria Municipal de Saúde, Merielle Zanicoski, a representante do Governo do Estado, Ruth Figueiredo, além de representantes do Conselho Tutelar, da Câmara de Vereadores, do Projeto Ágape, da Polícia Militar, da Unespar, da 1ª Regional de Saúde, do Núcleo Regional de Educação, entre outros.

É importante lembrar que a Comissão que formou o plano ainda é composta por representantes do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), da Pastoral da Criança, da Vara da Infância e da Juventude, de ONGS, Hospital Regional do Litoral, do Hospital Paranaguá, além das secretarias de Educação, Segurança, Turismo e Cultura.

O grupo prepara, agora, a realização da pré-conferência Municipal do CMDCA que acontecerá no dia 11 de setembro, na sede da Secretaria Municipal de Assistência Social, das 9h às 12h.

Jornalista: Luciane Chiarelli
Marcos Rogério/Litoral Notícias