09/11/2017 | Litoral Sul FM | Sem Comentários



O prefeito de Paranaguá, Marcelo Roque, encaminhou à Câmara a mensagem 042-2017 onde apresenta a necessidade de redução de secretarias.

O anteprojeto, aprovado pelos vereadores, visa a reorganização administrativa da Prefeitura concretizando medidas tomadas, no primeiro semestre, e voltadas à redução dos gastos públicos municipais.

Num primeiro momento foram feitas unificações provisórias de algumas secretarias como medida de contenção de despesas com pessoal.

Analisando que há necessidade de efetiva redução, o prefeito propôs a extinção de quatro secretarias municipais, sendo que a Ouvidoria passa a ser vinculada ao Governo.

Com a aprovação na Câmara ficam extintas as secretarias de Indústria e Comércio, Recursos Humanos, Licitações e Ouvidoria que tinha status de secretário municipal.

“Visamos o princípio da economicidade administrativa que, em síntese, representa resultados esperados com o menor custo possível”, disse o prefeito.

De acordo com o Tribunal de Contas, dos 399 municípios do Paraná, 261 receberam alerta do Tribunal por excesso de gastos com o pagamento de servidores.

A Lei de Responsabilidade Fiscal estabelece o teto de 54% para os gastos com pessoal nos municípios.

Paranaguá está com percentual de 51,1%.

“Para baixar este índice, nós tomamos várias iniciativas.

Deixados de nomear cargos comissionados por meses e ainda tomamos mais esta iniciativa de extinguir secretarias.

Vamos alcançar nosso objetivo e obedecer a Lei de Responsabilidade Fiscal”, garantiu o prefeito.

Só com a redução das quatro secretarias, a administração deixa de gastar mais de R$ 400 mil por ano.

 

 

Fonte: SECOM