21/03/2019 | Litoral Sul FM | Sem Comentários



A defesa do ex-governador Beto Richa entrou, nesta quarta-feira (20), com pedido de habeas corpus, no Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR). Na terça-feira (19), os advogados também já tinham protocolado o pedido de transferência, do ex-governador, para uma sala especial. Ambos os pedidos ainda não foram analisados pela Justiça.

Até que o pedido de transferência seja julgado, Beto Richa continua preso no Complexo Médico Penal, em Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba. O ex-secretário, Ezequias Moreira, e o empresário, Jorge Atherino, estão detidos, todos na mesma ala destinada aos presos da Operação Lava Jato.

As prisões fazem parte da Operação Quadro Negro, que investiga desvios, de cerca de 22 milhões reais, que deveriam ser usados na construção e reforma de escolas da rede estadual de ensino.

Colaboração Bruna Froehner

Marcos Rogério/Litoral Notícias