07/01/2020 | Litoral Sul FM | Sem Comentários



16 mil motoristas e proprietários de veículos ficaram sem receber documentação enviada pelo Detran entre  20 de novembro a 20 de dezembro em todo estado. A entrega das carteiras de habilitação e dos certificados de propriedade de veículos, que antes era realizada pelos Correios, foi assumida em novembro pela empresa Combo Logística. A empresa havia vencido uma licitação em 2018 mas os Correios ficaram com a entrega por meio de uma liminar. A Combo Logística conseguiu uma nova ordem judicial, garantindo a entrega. Só que com o atraso o Detran decidiu não renovar o contrato com a empresa e retomar o contrato com os Correios. Desde o dia 26 de dezembro, são os Correios que estão responsáveis também pela entrega destes documentos, além de outros serviços que já prestam ao Detran. Nos últimos dias do ano, uma nova ordem judicial concedeu que o contrato com a Combo Logística fosse retomado por 12 meses, já que a empresa só tinha cumprido um mês de contrato. Com a confusão, os postos de atendimento do Detran enfrentam uma movimentação maior que o normal, mas o órgão informou que isso é normal nessa época do ano e que não sabe se pode haver relação com a documentação não entregue. Segundo o Detran, a documentação já repassada à Combo Logística deve ser entregue pela própria empresa, conforme consta em contrato, e os Correios só tem responsabilidade de entrega da documentação enviada após o dia 26 de dezembro. Além disso, o Detran ainda não foi oficialmente informado sobre a liminar que retoma o contrato com a Combo e portanto segue utilizando os serviços dos Correios. O Detran lembrou também que uma grande parcela dos documentos não foi entregue por conta de endereço incorreto no cadastro, principalmente por dados desatualizados. Os motoristas e proprietários de veículos que precisarem atualizar o seu local de moradia podem fazer a alteração diretamente no site do órgão, o www.detran.pr.gov.br

 

AERP

Marcos Rogério/Litoral Notícias