20/12/2017 | Litoral Sul FM | Sem Comentários



A 1.ª Vara da Fazenda Pública de Curitiba suspendeu o contrato que a Sanepar firmou com a empresa Verdetto, que faria o serviço de limpeza e revolvimento de areia das praias do Paraná durante a temporada de verão deste ano.

A decisão, em caráter liminar, foi tomada nesta segunda-feira (18) pela juíza Carolina Duldeque Basso em ação popular que apontou fortes indícios de que o edital de concorrência estava direcionado para a Verdetto.

O edital continha exigências inusitadas como o fato de exigir que os mecanismos das máquinas usadas na limpeza deveriam ser equipados com “pinos de aço inoxidável do tipo SAE304”

– detalhe que revela o preciosismo da minúcia capaz de afastar quaisquer outros concorrentes.

A licitação já havia sido impugnada no início do mês, mas a Sanepar entrou com recurso e, alegando urgência dada a proximidade da temporada, confirmou a contratação da Verdetto.

Em seguida, porém, uma ação popular  na mesma Vara da Fazenda foi protocolada e, de novo, a juíza Carolina Basso mostrou-se convencida do caráter abusivo do edital e determinou a suspensão do ato de contratação da firma.

Insistência

A Sanepar , notificada da decisão judicial,  informou que novamente recorrerá contra ela.

 

Fonte: Portal Mais Guaratuba

 

Marcos Rogério/Litoral Noticias