13/05/2020 | Litoral Sul FM | Sem Comentários



A Escola Estadual Faria Sobrinho vem obtendo bons índices de frequências através do sistema on-line. Cerca de 85% dos estudantes da instituição de ensino estão acessado diariamente as plataformas digitais. O número é um dos mais elevados do litoral.

De acordo com a diretora da instituição de ensino, Liliana Kffuri, para alcançar esse índice a escola estabeleceu uma meta de trabalho logo nos primeiros dias que sucederam a suspensão das aulas em virtude da pandemia ocasionada pela Covid-19. “Iniciamos nossa caminhada dia 24 de março, criando grupos de whatsApp para os pais. No total, foram 14 grupos, sendo um para cada turma. Foi um longo trabalho para chegarmos a estes alunos todos”, recorda.

A Escola possui 463 alunos, sendo que 391 deles responderam o contato on-line. Sessenta e nove alunos estavam sem acessar a internet até há uma semana.

“Hoje atingimos mais alunos e aos poucos queremos atingir todos, por mais difícil que seja este caminhar. Lançamos desafios para nossos alunos serem protagonistas na criação de tutoriais para auxiliar seus colegas para a compreensão das novas ferramentas dentro dos aplicativos Escola Paraná e a plataforma do Classroom”, explica a diretora.

Alguns estudantes se empenharam e criaram tutoriais, dentre os quais Amanda Sousa, do 9.º ano A, Marina Bonzato, do 7.º ano C, Aline Gaska, do 8.º ano A, e Gustavo Nascimento, do 9.º ano A. O resultado ultrapassou as expectativas e acabou sendo compartilhado por vários Núcleos Regionais de Educação em todo Paraná.

“Fico feliz por nossos alunos compreenderem que o conhecimento deve ser compartilhado com todos. Criando tutoriais e, assim, possibilitando o melhor acesso à plataforma que hoje está sendo usada em todo mundo, o Google Classroom”, define a diretora.

Equipe pedagógica

De acordo com a direção, as coordenadoras da equipe pedagógica, Caroline Oliveira e Gismara Renner, estão fazendo um trabalho impecável de construção desses novos conhecimentos para ajudar os alunos e professores. “Uma lição que fica é de que precisamos investir em cada um de nós para essa troca de aprendizado. O professor ao investir no seu material de apoio pessoal como um notebook, computador e celulares. Isso porque fazemos várias reuniões on-line usando aplicativos como Zoom, Meet ou mesmo o whatsApp. Estamos aprendendo e nos capacitando para esses novos tempos. Um grande desafio com um enorme compromisso, sem dúvida”, finaliza.

 

Fonte: Portal Folha do Litoral News