08/08/2019 | Litoral Sul FM | Sem Comentários



Dirigentes da Frente Intersindical de Paranaguá, entidade que agrega os

sindicatos dos trabalhadores portuários avulsos de Paranaguá – TPA’s,

estiveram reunidos com o Procurador Ricardo Bruel, na Procuradoria do

Ministério Público do Trabalho, em Curitiba, nesta terça-feira, 6, acompanhados

do Prefeito Marcelo Roque, para apresentar algumas das demandas das

categorias profissionais.

 

Dentre as reivindicações, estão em destaque o enorme atraso nas negociações das Convenções Coletivas de Trabalho e uma série de irregularidades que vêm sendo praticadas nas operações portuárias com a utilização de mão de obra fora do sistema OGMO, que geram enormes prejuízos aos trabalhadores.

 

Outro ponto reclamado foi o atual modelo de escalação dos TPA’s, vigente desde 2012, que permite apenas uma escala de trabalho por dia, o que ocasiona um intervalo de descanso de 18 horas (também conhecido como TRAVA) e prejudica sobremaneira os trabalhadores, tendo em vista que os TPA´s são remunerados por produção, ou seja, quanto mais vezes escalados, maior serão as suas remunerações.

 

Os dirigentes solicitaram o apoio do Ministério Público do Trabalho para que a atual regra em vigor seja alterada e, que seja dado cumprimento a legislação portuária, que prevê um intervalo máximo de 11 horas.

 

Tal medida permitirá um aumento real na remuneração dos trabalhadores,

contudo, essa alteração deve ainda assegurar aos operadores portuários

garantias para se evitar a geração de passivos trabalhistas.

Presente ao encontro, o Prefeito Marcelo Roque afirmou que somente

com a união é que conseguiremos alcançar os objetivos dos sindicatos

portuários.

 

“Na oportunidade, discutimos os pontos que precisam ser ajustados

aos nossos trabalhadores.

 

O Porto de Paranaguá tem sido referência graças ao

trabalho que é executado pelos TPA´s, comentou o prefeito Marcelo Roque.

O presidente da Intersindical, João Lozano, classificou como

extremamente positiva a reunião com o Procurador Ricardo Bruel. “É de extrema importância a união de todos os sindicatos em prol das reivindicações das categorias profissionais, com o apoio do Prefeito Municipal”. Lozano afirmou que a partir de agora será criada uma pauta conjunta de reivindicação envolvendo

todos os sindicatos que compõem a Frente Intersindical.

 

“Enviaremos ofício ao Sindicato dos Operadores Portuários do Estado do Paraná – SINDOP, para que seja promovida uma reunião entre todos os sindicatos e a Prefeitura de Paranaguá e que possam ser finalizadas as convenções coletivas de trabalho de

todas as categorias de avulsos.

 

Não queremos onerar e nem inviabilizar as operações portuárias no Porto de Paranaguá, muito pelo contrário, queremos manter uma parceria e uma boa relação com todos os operadores portuários, mas precisamos defender e aperfeiçoar o mercado de trabalho das nossas

categorias finalizou Lozano

 

 

 

Assessoria de Imprensa

Marcos Rogério/Litoral Notícias