30/05/2018 | Litoral Sul FM | Sem Comentários



A greve nacional dos petroleiros contra a política de preços de derivados da Petrobrás foi deflagrada nesta quarta-feira (30), em diversas refinarias, terminais e plataformas da Bacia de Campos.

Os trabalhadores não entraram para trabalhar nas refinarias de Araucária (Repar), da Araucária Nitrogenados (Fafen-PR) e da unidade de xisto do Paraná (SIX), além de Manaus, Abreu e Lima (Pernambuco), (Minas Gerais), Duque de Caxias, Capuava (RS), além da Fábrica de Lubrificantes do Ceará (Lubnor).

Também não houve troca dos turnos da zero hora nos terminais de Suape (PE) e de Paranaguá (PR).

Na Bacia de Campos, as informações iniciais eram de que os trabalhadores também aderiram à greve em diversas plataformas.

O movimento prossegue pela manhã, quando estão previstas paralisações nas demais bases do Sistema Petrobrás.

Também nesta quarta-feira, serão realizados atos e manifestações em apoio e em solidariedade à luta dos petroleiros contra a política de preços imposta pelo presidente da Petrobrás, Pedro Parente, que gerou uma escalada de aumentos abusivos no gás de cozinha e nos combustíveis.

 

Colaboração FUP

Marcos Rogério/Litoral Notícias