29/04/2019 | Litoral Sul FM | Sem Comentários



Arquiteto, nascido em Curitiba, apaixonou-se por Paranaguá, onde passou a residir há cerca de 26 anos. Luiz também era músico e foi vocalista de uma banda. Sua vida passou a ser marcada pelo trabalho que exerceu com muito carinho e dedicação.

Na década de 1990, ele colaborou na restauração de Paranaguá. Durante as gestões do ex-prefeito Mário Roque, se dedicou ao patrimônio histórico, conquistando diversos prêmios, inclusive internacionais, afinal, talento Luiz tinha de sobra.

Os mais velhos devem lembrar: Programa de Revitalização do Setor Histórico de Paranaguá. O casario ganhou vida com o incentivo da Prefeitura em ações conjuntas com a população na época.

Quando a história não era respeitada, por parte dos proprietários dos imóveis tombados, Luiz dizia: “É uma raridade, uma joia que precisa ser valorizada”. Na verdade, ele queria que as próximas gerações pudessem apreciar a história concretizada. Ele conseguiu.

O seu último trabalho recuperou a pintura do Santuário Estadual de Nossa Senhora do Rocio com características de 1920 a 1922, quando inaugurado.

Admirado pelos companheiros de trabalho e enaltecido pelos fãs, Luiz chegou a ser agraciado com o titulo de Cidadão Honorário de Paranaguá, pela Câmara de Vereadores.

Sonhos? Todos temos! Ele estava em Madri, junto com sua mãe, em uma viagem que sempre quiz fazer. Passou pelo Egito, Turquia e Grécia.

Apaixonado pela história, na busca de preserva-la e respeita-la, Luiz Marcelo deixa a vida para fazer parte da nossa memória.

27 de abril de 2019, Luiz Marcelo é vítima de uma parada cardíaca.

O corpo do arquiteto será cremado em Madri e seguirá para Paranaguá onde também será homenageado, em breve. Aos amigos, a família pede que acendam velas as 16h deste domingo, 28.

Fonte: www.paranagua.pr.gov.br

Elisio Junior – Litoral Notícias