03/01/2018 | litor6br | Sem Comentários



1

A Delegacia Cidadã é uma unidade da Polícia Civil que se caracteriza por um conceito de serviço humanizado. O primeiro município a receber a estrutura em todo o Estado foi Matinhos, mas a cidade de Paranaguá já estava elencada para implantar este novo modelo de delegacia. Com todos os trâmites finalizados, o início da construção deve ocorrer no dia 20 deste mês, de acordo com a Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Seil).

O orçamento é de R$ 5,2 milhões e o cronograma prevê que a parte estrutural da futura Delegacia Cidadã de Paranaguá seja entregue para a Secretaria de Estado de Segurança Pública e Administração Penitenciária até o final de 2018. O prédio será construído na Rua Domingos Peneda, 2050, nas proximidades do Aeroparque, e terá 1.791,23 metros quadrados.
Segundo informações da assessoria de comunicação da Polícia Civil, a Delegacia Cidadã, quando finalizada, substituirá a 1.ª Subdivisão Policial de Paranaguá devido às condições atuais de atendimento à população.

VANTAGENS

A Seil informou, em nota, que se trata de um novo conceito para atender o público que precisa dos serviços da Polícia Civil. “Há espaços separados para atender vítimas, agressores e suspeitos, além de ambientes isolados para receber adolescentes, mulheres e idosos. Estas unidades não possuem carceragem, apenas uma cela pequena, para custódia provisória de presos, que apenas ficarão no local enquanto for necessário colher depoimentos para o inquérito policial”, destacou a secretaria.

De acordo com o secretário de Estado de Segurança, Wagner Mesquita, a população irá se beneficiar com a agilidade dos serviços. “É uma delegacia moderna, voltada ao atendimento da população e que prestará serviços muito mais ágeis, como a realização de boletins de ocorrências e a confecção da carteira de identidade”, explicou Mesquita.
O presidente do Conselho de Segurança de Paranaguá (Conseg), Sami Mohamad Zahra, lembrou que o local foi bem escolhido, já que a delegacia ficará ao lado do 9.º Batalhão de Polícia Militar.

“Este é um benefício que a cidade estava precisando, sem a menor dúvida. Inicialmente, não queriam que ela fosse instalada no Aeroparque, gerou um pouco de discussão com relação à localidade, mas o mais importante é que será ao lado do 9.º Batalhão, uma área policiada”, declarou Sami.

Foto: AEN