20/01/2021 | Litoral Sul FM | Sem Comentários



Os trabalhadores portuários, assim como os demais profissionais da área de transporte no Brasil, estão em grupo prioritário no Plano Estadual de Vacinação contra a Covid-19, que segue a campanha Nacional, do Ministério da Saúde. Apesar de ainda não ter data marcada para o acesso do grupo à vacina, a definição traz alívio para esses prestadores de serviço essencial, que não pararam desde o início da pandemia. Segundo o plano da Secretaria da Saúde do Paraná, caminhoneiros, trabalhadores do Transporte Coletivo Rodoviário e Ferroviário, trabalhadores de Transporte Aéreo e trabalhadores Portuários somam mais de 51 mil trabalhadores. Ainda de acordo com o documento, esse e outros grupos foram elencados como prioritários pelo Ministério da Saúde com base no risco de exposição e transmissão da Covid-19. Em nota, o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, destaca que essa é uma grande notícia para os trabalhadores que continuaram, mesmo durante toda a pandemia, prestando serviço ao país. Para se vacinar, os trabalhadores precisarão comprovar, por meio de documentação, que têm vínculo ou fazem parte desses grupos. A logística e data para início desses grupos prioritários da vacinação está a cargo do Ministério da Saúde e da Secretaria de Estado da Saúde. O primeiro grupo prioritário já está sendo vacinado e é formado pelos trabalhadores da área da saúde; pessoas com 60 anos ou mais, que moram em casas de repouso, asilo e abrigos; pessoas com deficiências institucionalizadas e população indígena. O Paraná recebeu, para a primeira etapa da vacinação, 265.600 doses do imunizante CoronaVac, produzido pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o Instituto Butantan.

AEN

#Jornalismo

#Litoral Sul FM