26/10/2017 | Litoral Sul FM | Sem Comentários



Limpeza de áreas públicas e das margens da ferrovia, nesta sexta-feira (27), vai trazer benefícios à segurança e ao bem-estar da população

 

A concessionária de ferrovias Rumo desenvolve nesta sexta-feira (27/out) ação socioambiental de limpeza e segurança ferroviária em parceria com a comunidade, em Paranaguá (PR). Colaboradores da Companhia, educadores e estudantes da Escola Estadual São Francisco, bem como líderes comunitários e moradores do bairro Emboguaçu, vão participar das atividades. O mutirão promove convivência harmoniosa da população com a ferrovia, essencial para as atividades do Porto de Paranaguá e para a economia do Paraná.

 

Os colaboradores da Rumo vão atuar na limpeza do entorno da ferrovia. A tarefa, realizada continuamente, exige reforço em estações como a primavera e o verão. Além da segurança ferroviária, a limpeza ajuda, por exemplo, na prevenção da proliferação do mosquito Aedes aepypti, transmissor de dengue, zika e chikungunya. “Vamos mobilizar uma equipe da Rumo especialmente para esta ação com a comunidade. Nossos objetivos são os mesmos: garantir segurança e bem-estar e conscientizar sobre a importância do meio ambiente livre de resíduos ”, afirma a coordenadora de Relações Sociais da Rumo, Carmen Maron.

 

A ação deve contar com participação de aproximadamente 70 alunos da Escola Estadual São Francisco, conta a professora Maria Lúcia Mendes, que vem organizando as turmas. Divididos em grupos, os adolescentes vão atuar na limpeza de um terreno ao lado da instituição, que é usado frequentemente como depósito de lixo. “Estamos trabalhando com nossos alunos questões como limpeza de áreas públicas, reciclagem de lixo e cidadania desde o início deste semestre. A conscientização da comunidade é o resultado que nós esperamos no longo prazo”, afirma a educadora.

 

Os pais de alunos e moradores da região também vão participar. A articulação conta com a colaboração do presidente da Associação de Moradores do Emboguaçu e Morro da Cocada, Leonardo Magnos Bicheski Alban, o “Marinheiro”. A população vai ajudar na coleta de resíduos e na conscientização da vizinhança, para que a mobilização por mais segurança e bem-estar tenha resultados contínuos.