18/10/2019 | Litoral Sul FM | Sem Comentários



A prefeitura de Pontal do Paraná, por meio da secretaria de Saúde, representada pela secretária de Saúde, Elinete Guimarães Rocha, vem prestar os serviços de esclarecimento sobre a “Estratégia de Multivacinação” que foi adotada e vem sendo realizada em nosso município.
Esta estratégia foi adotada com a finalidade de atualizar a situação vacinal da população de crianças, adolescentes e adultos. A estratégia é realizada a fim de melhorar a cobertura vacinal e aperfeiçoar as logísticas dos serviços de saúde. Nessas campanhas procuram-se administrar vacinas de forma seletiva e possibilitar a atualização das Cadernetas de Vacinação.
As recomendações dos esquemas vacinais são elaboradas a partir de estudos que demonstram como uma vacina pode proporcionar o máximo de eficácia e proteção contra as doenças imunopreveníveis. Neste sentido, para cada vacina é estabelecida um esquema de vacinação, as faixas etárias alvo da vacinação, a idade mínima e máxima para receber cada dose.
Desta forma, as estratégias buscam resgatar a população não vacinada ou com esquema de vacinação incompleta, tanto na infância como na adolescência, visando melhorar as coberturas vacinais e assim manter controladas, eliminadas ou erradicadas as doenças imunopreveníveis no Brasil.
Sendo assim, o município de Pontal do Paraná elaborou um Plano de Contingência que segue normas estabelecidas pelo Estado, a fim de colocar em prática essas recomendações, como, por exemplo, a verificação e atualização das Cadernetas de Vacinação nas escolas.
Aproveita também, para esclarecer que tivemos um caso suspeito de sarampo no CEMEI Golfinho Azul e que o protocolo foi seguido, sendo o menor atendido e encaminhado para realização de exames conforme protocolo. Todas as ações preventivas foram realizadas na escola.
As crianças e funcionários não vacinados foram encaminhados para a Unidade de Saúde para vacinação e o caso foi descartado após resultados dos exames. A única maneira de prevenção é a imunização. As notícias e postagens contrárias às vacinas realizadas através das mídias sociais são um retrocesso.
A vacinação segura constitui um componente prioritário do Programa Nacional de imunização, o qual procura garantir a utilização de vacinas de qualidade, aplicar as boas práticas de imunização, monitorar os eventos adversos pós-vacinação e fortalecer a integração com os meios de comunicação com mensagens claras sobre as estratégias, prioridades e segurança das vacinas.

Prefeitura de Pontal De Paraná

Marcos Rogério/Litoral Notícias